| Wilson Sons Estaleiros 
Notícias

18/9/2015 - EADI Suape completa um ano de operação fortalecendo o desenvolvimento da plataforma regional da Wilson Sons no Nordeste

A Wilson Sons Logística atua em toda a cadeia de suprimentos ao apresentar soluções customizadas para as necessidades de cada cliente. Em Pernambuco, por exemplo, está localizada a sede da Plataforma Nordeste, que atende a demanda de rede de comércio exterior, suprimentos e economia doméstica da região. Composta por um Centro Logístico, uma Estação Aduaneira de Interior (EADI Suape) e serviços de transporte, vem adotando diversas ações para garantir soluções logísticas cada vez mais abrangentes: se no começo do ano, por exemplo, a unidade conseguiu liberação para operar em Regime Especial de Entreposto Aduaneiro, agora, mais um passo foi dado rumo a excelência operacional, a partir da criação de célula voltada para carga de projeto.

 “Apesar de o departamento atender às duas plataformas regionais (Sudeste e Nordeste) da companhia, haverá priorização inicial por Pernambuco, uma vez que o mercado para cargas de projeto está em plena expansão. A construção de parques eólicos na região Nordeste, por exemplo, coloca a Wilson Sons Logística em um lugar estratégico para a otimização destes projetos ao oferecer serviços de transporte e armazenagem destas cargas que exigem cuidados específicos”, explica Alielton Villas Boas, gerente da Plataforma Nordeste da Wilson Sons Logística.

Além disso, a Plataforma Nordeste recebeu autorização da Receita Federal para operar cargas de cabotagem. Com a liberação, a unidade pode armazenar essas mercadorias por até 15 dias para operações de embarque e desembarque. “Os benefícios são inúmeros, pois a iniciativa traz maior agilidade nas operações de cabotagem, uma vez que as mercadorias podem ficar nos terminais alfandegados, envolvendo menos caminhões e otimizando o tempo das operações”, reforça o gerente.

Um ano de operação - A estação EADI Suape completou o seu primeiro aniversário em agosto. Hoje, a unidade atende a mais de 100 clientes das mais diversas áreas. Com a abertura da EADI Suape, as cargas de importação ou de exportação, que exigem alfandegamento, podem ser movimentadas, armazenadas e distribuídas dentro de um mesmo complexo logístico. Atualmente, a Plataforma Nordeste conta com o trabalho de 142 funcionários. A estimativa é que este número chegue a 200 quando o porto seco estiver atuando em sua capacidade máxima. 

Dentre as principais cargas movimentadas estão cargas de projeto, partes e peças, material plástico, material hospitalar, pneus e têxtil. “O desafio que se coloca é justamente o de ocupar a capacidade da EADI Suape. Para isso, a Wilson Sons oferece diversas soluções logísticas integradas, envolvendo a cadeia de comércio exterior e a de suprimentos para empresas dos principais segmentos de mercado da região”, afirma.

Essas vantagens competitivas se colocam na forma de prazos estendidos para nacionalização, regimes aduaneiros, maior agilidade e flexibilidade, tarifas mais competitivas, possibilidade de execução de serviços customizados, maior agilidade no tempo de liberação e proximidade geográfica com o cliente final, além de rotas alternativas, minimizando os riscos de congestionamentos.

Histórico – No começo deste ano, a Plataforma Nordeste conseguiu a liberação para operar em Regime Especial de Entreposto Aduaneiro, ou seja, sistema que permite, na importação e exportação, depósito de mercadoria em local determinado com a suspensão do pagamento de tributos e sob controle fiscal. Assim, a primeira carga admitida neste regime de entreposto foi de pneus, seguida da primeira carga de projeto (peças para motor de aerogeradores) e de carga eólica composta por máquinas, acessórios e moldes para fabricação de pá eólica.

Sobre o Grupo Wilson Sons - O Grupo Wilson Sons é um dos maiores operadores integrados de logística portuária e marítima e soluções de cadeia de suprimento no mercado brasileiro, com 175 anos de experiência. A companhia conta com uma rede de atuação nacional e presta uma gama completa de serviços para as empresas que atuam na indústria de óleo e gás, no comércio internacional e na economia doméstica. As principais atividades do Grupo são divididas em dois sistemas – Portuário e logístico e Marítimo.

 


Fonte: Wilson Sons