| Grupo Wilson Sons
Nossa História

Nossa História

Wilson Sons foi fundada por Edward Pellew Wilson em 1837, em Salvador, Bahia. É, portanto, uma das mais antigas empresas que atuam no Brasil. Em sua longa trajetória, transformou-se em um grupo sólido e diversificado, focado em prestação de serviços portuários, marítimos e logísticos terrestres e hoje é uma das maiores operadoras integradas de serviços marítimos, portuários e de logística do País.

O Grupo detém dois importantes Terminais de Contêineres, o Tecon Rio Grande e o Tecon Salvador. É líder absoluto no mercado de rebocagem marítima, com uma frota de rebocadores e PSVs (Plataform Supply Vessel) construídos em estaleiro próprio, localizado no Guarujá, em São Paulo. Além disso, a Wilson Sons tem fomentado suas ações em torno da Sustentabilidade, Memória e Responsabilidade Social através de projetos como o Criando Laços e o Centro de Memória Wilson Sons.


LINHA DO TEMPO

de 1837 a 1877

Nossa história 1837 a 1877
A Wilson & Co é fundada na cidade de Salvador pelos irmãos Edward e Fleetwood Pellew Wilson. A empresa dedica-se ao transporte de carvão da Inglaterra e da América do Norte e estabelece representantes em vários países da América do Sul. Com Edward II passa a agenciar o transporte de dezenas de produtos, se desenvolve na área de navegação, nos trabalhos de porto e monta seu próprio estaleiro.

de 1877 a 1899

Nossa história 1877 a 1899
Consolidada como a maior empresa de navegação do Brasil, o controle da Wilson Sons é vendido para a família Davies, que reestrutura a empresa: cria a Wilson Coal Company (exclusiva para negócios de carvão).

de 1900 a 1936

Nossa história 1900 a 1936
Criada a holding Ocean & Wilson Ltd, empresa de capital aberto na Bolsa de Londres. O Grupo importa e comercializa no mercado brasileiro, produtos que não eram produzidos internamente, mas mantém seu foco na área de carvão abastecendo os maiores consumidores do país – navios da Marinha, ferrovias, companhias de gás, indústrias e a maioria de navios que aporta no Brasil.

de 1937 a 1956

Nossa história 1937 a 1956
A Wilson Sons é considerada a maior trade company do país. Porém, a substituição do carvão como fonte de energia e a industrialização brasileira que limita as licenças de importação de produtos, faz com que a diretoria do Grupo encerre suas atividades no Brasil e na América Latina. A família Salomon torna-se um dos maiores investidores da Wilson Sons.

de 1957 a 1986

Nossa história 1957 a 1986
Sob o comando de Walter Salomon a Wilson Sons segue novos caminhos. A matriz volta novamente para o Rio de Janeiro, com o controle acionário da Ocean Wilson Holdings Ltd. As atividades concentram-se em navegação (agenciamento) e rebocadores.

de 1987 a 1996

Nossa história 1987 a 1996
William Salomon assume a Wilson Sons e o Grupo parte ao desenvolvimento de novos negócios, atuando em todas as áreas ligadas ao transporte marítimo no Brasil: agenciamento, depósito de contêineres, apoio e operações portuárias, rebocagem, construção naval e cabotagem.

de 1997 a 2006

Nossa história 1997 a 2006
Período de grandes investimentos, a Wilson Sons participa e vence a licitação para explorar o terminal de contêineres do Rio Grande, e mais tarde, de Salvador. Atento ao novo momento da economia brasileira, o grupo inaugura a Estação Aduaneira do Interior (EADI) em Santo André, arrenda o Terminal de Contêineres de Salvador (Tecon Salvador) e inicia atividades da Wilson Sons Logística. Decide abrir seu capital no mercado nacional e internacional de ações, em um processo que envolveu três bolsas de valores diferentes (São Paulo, Londres e Luxemburgo).

de 2007 a 2018

Nossa história 2007 a 2018
O Grupo Wilson Sons, transforma-se em uma das maiores operadoras integradas de serviços marítimos, portuários e de logística do Brasil, atuando como prestadora de serviços aos setores de comércio marítimo nacional e internacional.