Notícias

23/7/2015 - Cabotagem é vista de forma atrativa diante de economia desanimadora

Apesar de as expectativas para a economia em 2015 serem desanimadoras, os Terminais de Contêineres do Rio Grande e Salvador mantém as expectativas positivas quando o assunto é: cabotagem. “Neste momento de crise e dificuldade que as empresas estão enfrentando, a cabotagem se torna ainda mais atrativa, já que o modal proporciona, no transporte de longa distância, uma redução significativa nos custos logísticos, impactando na competitividade de mercado. Há ainda um grande potencial de atração de novas cargas para a cabotagem.



Portanto, o modal, apesar dos desafios econômicos, se manterá crescendo e em desenvolvimento”. A opinião é de Patricia Iglesias, Diretora Comercial do Tecon Salvador. No balanço sobre o modal nos últimos anos, a executiva analisa como certa a decisão de direcionar esforços para desenvolver o transporte via cabotagem no estado da Bahia, sintetizando a questão como mais que correta. “Com equipe dedicada ao desenvolvimento deste modal, mapeamos oportunidades em todo o país, otimizamos processos e reduzimos drasticamente o tempo de liberação de cargas de cabotagem. Todas as ações foram direcionadas ao aumento da competitividade do modal. Triplicamos o volume movimentado três anos atrás”, disse.



Para o especialista de Cabotagem do Tecon Rio Grande, Vinicius Rufatto de Barros, as expectativas também são muito positivas. “Mesmo em um momento de mercado retraído, temos expectativa de crescimento. Até maio, registramos aumento de 5,8% na movimentação em TEU, na comparação com os cinco primeiros meses de 2014”, diz.Segundo o especialista, é no momento em que o mercado está retraído, que as empresas buscam cada vez mais a redução de custos para se manterem competitivas “e a cabotagem se coloca como uma alternativa para a redução de custos, seja ela no frete seguro, na armazenagem, entre outros”.



Na rota do cenário positivo, pelo menos a cabotagem, Barros conta que até o mês de maio desse ano, o terminal movimentou 284,6 mil Teus. Ressaltando que na cabotagem, de janeiro a maio foram registradas movimentação de 16.392 Teus, uma alta de 5,8% em relação a igual período do ano anterior e de 14% na comparação com os cinco primeiros meses de 2013. “Este resultado demonstra crescimento real e concreto do modal no estado do Rio Grande do Sul”, destaca.


Fonte: Guia Marítimo Online - SP
Link: http://www.guiamaritimo.com/gm_wp/noticias/cabotagem-e-vista-de-forma-atrativa-diante-de-economia-desanimadora/