Notícias

01/8/2016 - Concessão

A Antaq recomendou a renovação antecipada do contrato de concessão do Tecon Salvador por mais 25 anos. A concessão em vigor termina em 2025. Anteriormente Codeba e SEP já haviam se manifestado a favor da renovação desde que atrelada à antecipação de investimentos. A informação é do diretor executivo do Tecon Salvador, Demir Lourenço Júnior. A expectativa é de que o novo contrato seja firmado neste segundo semestre.

O Tecon pretende investir cerca de R$ 200 milhões na ampliação do seu cais principal, que hoje tem 377 metros. A intenção é ter mais 423 metros, o que possibilitará a atracação simultânea de até dois navios de 366 metros. "A extensão do cais colocará o terminal na rota dos meganavios que deverão escalar os portos brasileiros graças ao novo Canal do Panamá".

Também está prevista a aquisição de ires portêineres com capacidade de içamento de 70 toneladas. As operações no novo cais utilizarão a retroárea já instalada, o que reduz custos e otimiza o investimento já feito que soma R$ 346 milhões desde 2000.

A contrapartida do Governo Federal será a extensão do quebra-mar em mais 250 metros, com inflexão para preservar a bacia de evolução. Segundo Demir, a obra está orçada em R$ 110 milhões e está em fase de licenciamento ambiental. O prazo para conclusão dessa obra é de 18 meses e a da expansão do cais, dois anos depois.


Fonte: Revista Portos e Navios