Notícias

26/3/2021 - Exportações de farinha de trigo e farelo de aveia crescem no Tecon Rio Grande

O Grupo Wilson Sons, operador do Tecon Rio Grande, o principal terminal de contêineres do Rio Grande do Sul, teve na farinha de trigo e no farelo de aveia dois destaques em aumento de volumes embarcados em 2020. A farinha de trigo somou 147 contêineres exportados (194 TEU, medida equivalente a um contêiner de 20 pés), um total de 3,8 mil toneladas somente para a Venezuela. 

A última movimentação da mercadoria havia sido em 2017, quando apenas oito contêineres partiram do terminal de Rio Grande. A farinha de trigo também cresceu em embarques de cabotagem (navegação entre portos marítimos da mesma costa). Foram 275 contêineres (546 TEU), o correspondente a 7,7 mil toneladas, que tiveram como principal destino os estados de Pernambuco e Alagoas. Em relação a 2019, o volume embarcado da mercadoria por cabotagem quase triplicou.

Outro produto que também se destacou em exportação no ano passado foi o farelo de aveia, com 48 contêineres (80 TEU), equivalente a 1,2 mil toneladas, os quais chegaram a países da América Latina como Chile, Colômbia e Costa Rica. Em 2019, o derivado do grão havia movimentado apenas 1 container.

O bom desempenho de ambos os produtos acompanha o ritmo da movimentação de alimentos via Tecon Rio Grande, onde mais de 20 segmentos tiveram juntos um crescimento de 14% na comparação com 2019. Foram 35.394 contêineres, 27% das exportações totais do terminal, com destaque para arroz, carne suína e carne bovina. Os alimentos atingiram mais de cem destinos, sendo os principais: China, Arábia Saudita, Peru, Estados Unidos, Hong Kong, Reino Unido e Emirados Árabes Unidos.

Na navegação pela orla brasileira os alimentos apresentaram 85% dos embarques por meio deste modal, um total de 26.138 contêineres – em especial, o arroz.


Fonte: Wilson Sons