Notícias

06/9/2015 - O porto na crise

A crise bateu forte com a queda do preço das commodities (matéria-prima básica), mas a julgar pelo Porto de Salvador o impacto não foi lá tão grande assim.



O movimento de exportações manteve-se, o de importações caiu. No frigir dos ovos, uma queda de apenas 3%.



José Muniz Rebouças, diretor da Cobesa, cita o exemplo da soja: a queda do preço lá fora foi compensada pela alta do dólar cá. 



NÚMEROS - De janeiro a julho do ano passado o Porto de Salvador moviementou 2,34 milhões de tonelas. No mesmo período deste ano, 2,28 milhões de toneladas, um queda de 2,7%. No total, os três principais portos de cargas da Bahia, Salvador, Ilhéus e Aratu, saíram de 6,9 milhões de toneladas para 5,89 milhões, queda de 10,7%.



Queda é queda, mas poderia ser pior. 


Fonte: A tarde