Notícias

30/7/2016 - Tecon Salvador tem crescimento na movimentação de contêineres em 12% no 1S16

O Tecon Salvador, terminal de contêineres operado pelo Grupo Wilson Sons na capital baiana, movimentou 147.361 TEU (unidade equivalente a um contêiner de 20 pés) no primeiro semestre deste ano. O resultado representa um crescimento de 12% em relação a igual período de 2015. Na comparação dos meses de junho de 2016 e 2015, o crescimento foi de 20%.

Os principais responsáveis pelos resultados positivos foram os setores de exportação, com crescimento de 27% de janeiro a junho desse ano comparado a janeiro a junho do ano passado, e de cabotagem, com 8%. O setor de plásticos e derivados representou o maior incremento para as exportações nestes primeiros seis meses de 2016, com uma variação positiva de 511%. Em seguida veio o setor de polímeros diversos, com crescimento de 263%; minérios, com um crescimento de 93%; siderúrgicos e metalúrgicos, com 45%; cacau e derivados, com 42%, e pneus, com 34% de crescimento.

“A desvalorização do real e a valorização do dólar, neste momento, beneficiam as exportações, gerando divisas e, por outro lado, uma redução na compra de bens de capital para a modernização e ampliação da indústria nacional, que sofre com a baixa demanda atual. O nosso desafio hoje é crescer em volumes, mesmo com esse cenário. Estamos apostando no crescimento da exportação nacional para compensar a queda no volume de importações”, explicou Demir Lourenço, diretor-executivo do Tecon Salvador.

Na cabotagem, os produtos que apresentaram maior crescimento na descarga foram no setor de varejo, com 108%; bebidas, com 68%; embalagens, com 49%; químicos e petroquímicos, com um aumento de 46%; e arroz, com 12%. Já no embarque, o crescimento foi puxado pelo setor de plásticos e derivados, com variação positiva de 440%; pneus, com 64% e cosméticos, como 33%; e químicos e petroquímicos, com 20%.

Setores também ganharam destaque na importação, como óleos e lubrificantes, 54%; cacau e derivados, 31%; e borracha e derivados, com 29%.

O Tecon Salvador —Com 16 anos de atuação, o terminal é hoje uma das principais ferramentas de atração e retenção de investimentos para o estado da Bahia. Possui uma área de 118 mil m², com capacidade para movimentar 530 mil TEU por ano. Graças aos investimentos iniciados em 2000, que já totalizam R$ 300 milhões, o terminal tornou-se apto a receber os maiores navios de contêineres do mundo, com um cais preferencial para cabotagem; aproximadamente 700 tomadas para contêineres refrigerados, além de capacidade e know-how para operar cargas de projeto. Em março, recebeu a certificação internacional ISO 14001, que dá diretrizes para a implementação de um sistema de gestão ambiental.

O Grupo Wilson Sons é um dos maiores operadores integrados de logística portuária e marítima e soluções de cadeia de suprimento no mercado brasileiro, com mais de 175 anos de experiência. A companhia conta com uma rede de atuação nacional e presta uma gama completa de serviços para as empresas que atuam na indústria de óleo e gás, no comércio internacional e na economia doméstica. As principais atividades do Grupo são divididas em dois sistemas – Portuário e logístico e Marítimo.


Fonte: Portal Fator Brasil