Notícias

28/1/2020 - Wilson Sons desenvolve tecnologia de inteligência artificial (IA) para operação com rebocadores.

A Wilson Sons desenvolveu uma tecnologia de inteligência artificial (IA) para operação com rebocadores.

O sistema já está sendo utilizado nos portos do Rio de Janeiro (RJ), Vitória (ES) e Santos (SP) e auxilia nas decisões de alocação de embarcações em manobras da companhia.

“Inovação é uma questão estratégica para as companhias continuarem competitivas. Realizamos cerca de 60 mil manobras/ano e, com o uso de inteligência artificial, é possível tomar a decisão de forma mais ágil, deslocar o rebocador adequado, no momento ideal”, afirmou o gerente regional da divisão de rebocadores da Wilson Sons, Elisio Dourado.

A previsão é alcançar uma economia nos custos da operação com essa iniciativa, com a maximização do uso dos seus rebocadores e redução no consumo de combustíveis.

O executivo Yuri Fedoruk, que também é gerente regional da divisão de rebocadores da companhia, disse que a meta é implantar, no período de um ano, a IA em todas as 25 localidades onde a a unidade de rebocadores da empresa atua. “A Wilson Sons construiu um sistema proprietário de Inteligência Artificial, um recurso inovador que é diferencial competitivo para a empresa”, avaliou. Fedoruk acrescentou que a ferramenta pode ainda ser utilizada em diversas aplicações, com o potencial de ser estendida a outros usuários, gerando novas receitas.

O sistema começou a ser desenvolvido em setembro de 2018 no Tuglab, laboratório de inovação da companhia, e foi alimentado com dados de mais de 350.000 manobras. “A inteligência artificial vem para aprimorar e apoiar o trabalho realizado pela COR. Os operadores ficarão liberados de ações repetitivas e processuais para se dedicarem às atividades mais complexas da nossa operação, que trarão mais valor para nossa empresa”, concluiu o diretor de operações da divisão de rebocadores da Wilson Sons, Marcio Castro.


Fonte: O Propulsor Marítimo