Notícias

16/12/2020 - Cargas para projetos solares crescem 885% nos centros logísticos da Wilson Sons

Cargas para projetos solares crescem 885% nos centros logísticos da Wilson Sons



A partir dos portos de Santos e Suape, os equipamentos têm como principais destinos São Paulo e os estados do Centro-Oeste



Os Centros Logísticos da Wilson Sons receberam 3.338 toneladas de equipamentos solares entre janeiro e outubro de 2020, um crescimento de 885% em relação ao mesmo período do ano anterior. A carga proveniente da China, chega pelos portos de Santos e Suape e tem como principais destinos o estado de São Paulo e a Região Centro-Oeste do país.  

 

Já a movimentação de contêineres com cargas do segmento de energia solar também registrou alta de 337% de janeiro a outubro de 2020. De acordo com Rodrigo Rocha, gerente comercial dos Centros Logísticos da Wilson Sons, a maior parte dos equipamentos é destinada ao segmento de energia solar distribuída (voltado principalmente às residências e ao consumo próprio). 

 

O executivo destaca que o mercado de geração distribuída fotovoltaica está em expansão no país. Desde 2013, o segmento vem crescendo a uma taxa média de 230% ao ano, de acordo com a ABSOLAR (Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica). Neste ano, apesar da pandemia, dados da ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica) mostram que o setor apresentou alta de 77,83 no primeiro semestre em comparação com o mesmo período do ano passado. 

 

“Estamos acompanhando de perto esse mercado. A Wilson Sons se preparou para apoiar clientes do segmento e oferece soluções integradas, envolvendo o transporte in-bound, armazenagem alfandegada, centro de distribuição e entrega aos clientes finais em todo o país”, destaca Rodrigo Rocha. 

 

 

 

 

 


Fonte: Wilson Sons