| Wilson Sons Logística 
Notícias

01/8/2019 - Wilson Sons Logística amplia investimento em câmaras frias e sua capacidade de armazenamento cresce 200%

A Estação Aduaneira de Interior (EADI) da Wilson Sons Logística, em Santo André, São Paulo, ganhou este ano uma nova câmara fria, com área de 1.646 m² e 14.662 m³ totais. O equipamento eleva a capacidade de atendimento a 1.800 posições paletes, o que representa um crescimento de quase 200% da capacidade de armazenamento.

 

Graças às tecnologias embarcadas nesses equipamentos, a EADI vem aumentando a movimentação de produtos farmacêuticos e equipamentos médicos extremamente sensíveis. Nesse primeiro semestre, o crescimento desses segmentos foi superior a 10% em relação ao mesmo período de 2018. São cargas de alto valor agregado cujo custo é de mil dólares por quilo, contra os 100 dólares da carga aérea padrão.

 

As câmaras frias atendem a produtos que necessitam ser armazenados em temperaturas, dispondo de três câmaras com temperatura de 15ºC a 25ºC, mais três câmaras com controle de 2ºC a 8ºC, e uma cujo controle de temperatura pode chegar a até -20°C. O acesso ao local é restrito, realizado por leitor biométrico e monitorado 24h, tendo uma farmacêutica exclusiva para atender as especificidades de cargas do segmento de saúde, cuja sensibilidade é comumente maior que cargas de outros segmentos.

Há ainda controle de calor e umidade e diariamente são produzidos relatórios com dados e estatísticas sobre o armazenamento da carga onde o cliente pode ter acesso a todas estas informações online, por meio do seu portal.

 

As plataformas regionais da Wilson Sons Logística são formadas por Centro de Distribuição, Estação Aduaneira e serviços de transporte. Em São Paulo, a unidade é localizada próximo a importantes elos logísticos, como o Porto de Santos e os aeroportos de Guarulhos e Viracopos. Em Pernambuco, fica no complexo industrial de Suape, hug concentrador e distribuidor de cargas para as regiões Norte e Nordeste do país.