| Tecon Rio Grande 
Notícias

24/7/2017 - Investimentos que fomentam a economia gaúcha

Primeiro terminal de contêineres privatizado no Brasil, o Tecon Rio Grande vem se preparando para mais um ciclo de crescimento. Em 2017, mesmo com a economia brasileira em compasso de espera, a empresa do Grupo Wilson Sons já investiu US$ 4 milhões em um novo sistema operacional. O objetivo: elevar sua produtividade em até 45%. “Temos o compromisso de manter o nosso terminal no mesmo patamar dos melhores do mundo”, explica o diretor-presidente do Tecon Rio Grande, Paulo Bertinetti.

A empresa também vem buscando soluções inovadoras que impactam positivamente no desempenho da economia gaúcha. Exemplo disso foi a inauguração, em setembro de 2016, do Terminal Santa Clara, mais conhecido como Contesc. Localizado em Triunfo, junto ao Polo Petroquímico, o terminal estabelece uma ligação entre o Tecon Rio Grande e as regiões norte, nordeste e noroeste do Rio Grande do Sul. O empreendimento, diz Bertinetti, foi construído em parceria com a Braskem. “É um projeto estratégico para manter a fidelização das cargas gaúchas saindo pelo Porto do Rio Grande”, aponta.

Na rota das maiores linhas marítimas que escalam o Brasil, o Tecon Rio Grande se projeta, hoje, como a principal porta de entrada e saída de mercadorias do Estado. Em 2016, o volume de exportações da empresa cresceu 7% em relação ao ano anterior, com destaque para a movimentação de celulose, sucata, utensílios domésticos e móveis.

Para acelerar esse crescimento,  a empresa mantém parcerias para desenvolver projetos de exportação de cargas não-convencionais em contêineres. Em 2016, por exemplo, o Tecon exportou 1.348 contêineres de toras de madeiras – graças a um projeto específico para medição, fumigação, certificação e estufagem desse tipo de produto.

O sucesso da estratégia foi reconhecido pelo Prêmio Exportação RS. Na edição deste ano, o Tecon Rio Grande venceu pela quarta vez na categoria “Destaque em Serviços de Suporte à Exportação”. Já Bertinetti foi homenageado com o Prêmio Revelação em Comércio Internacional, criado para destacar os líderes empresariais que mais contribuem para o desenvolvimento da cadeia exportadora gaúcha. 


Fonte: Zero Hora